SEO by BYDAS

Lifestyle Online Shop Portuguese Food Luxury Goods Portuguese Wine Portuguese Lifestyle Vinho verde Lifestyle Store Lifestyle Shopping Lifestyle Cutlery Personal Luxury goods leather goods Lifestyle Design Furniture Luxury Cutlery luxury Portuguese goods Lifestyle Online Shop Portuguese Food Luxury Goods Portuguese Wine Portuguese Lifestyle

Inês Caleiro. A arquiteta de sapatos, Guava Shoes

O início do ano de 2016 não podia estar a correr melhor para Inês Caleiro. Além de ter sido nomeada para a categoria de Melhor Guarda-Roupa no festival International Film Fest 2016, em Londres, pelo calçado desenvolvido para a longa-metragem “The 21st Door”, recebeu, em Xangai, o Dream Award, tornando-se na primeira portuguesa a vencer o prémio internacional de moda e design Fashion Crowd Challenge.

Inês Calheiro foi escolhida entre dezenas de outros jovens profissionais, todos nomeados para um prémio de procura distinguir o top 5 dos mais promissores designers e, desta forma, ajudá-los a atingirem uma carreira internacional. “Foi um enorme reconhecimento do meu trabalho, foi uma experiência única e extremamente gratificante”, disse ao B.I.

Apesar da importância desta distinção, a verdade é que, quase desde a criação da Guava, há cinco anos, que o mercado estrangeiro faz parte do seu trabalho. “Comunicamos e vendemos para todo o mundo, e é isso que fez da marca, uma marca internacional. No entanto temos inúmeros apoiantes em Portugal, que nos dão muita força, o que também me deixa muito orgulhosa. Vendemos essencialmente online - para países como a Bélgica, a Suíça, a Lituânia, a Irlanda, o Dubai e a Arábia Saudita - e também temos alguns pontos de venda, como as galerias Lafayette, no Dubai.” A produção é integralmente feita em São João da Madeira, em Portugal.

Qualquer miúda que se preze viu “Cinderela” quando era pequena e provavelmente, nesse momento, percebeu qual podia ser a importância dos sapatos. Não sabemos se Inês Caleiro viu “Cinderela”, ou se lhe conferiu essa importância, mas ainda era pequena quando começou a deixar-se seduzir por sapatos. “O primeiro par de sapatos que me marcou foi o meu primeiro par de sapatilhas de pontas, aos cinco anos. Enquanto criança tinha fascínio por ballet e praticava diariamente, esse momento de poder calçar umas sapatilhas de ponta marcou a realização de um sonho de infância”, recorda.

Sempre se sentiu fascinada por moda e isso levou-a a estudar Design, no IADE, tendo depois rumado a Londres para se especializar em Moda e Produto, na London College of Fashion. Aqui, não apenas venceu o Best Student Award, como descobriu uma vocação: “A paixão por sapatos foi surgindo muito naturalmente no meu percurso; quase inconscientemente. Sempre tive um enorme interesse por acessórios, e obviamente os sapatos faziam parte desse fascínio, mas o calçado começou a revelar-se mais profundamente no meu percurso, especialmente, quando a tutora da minha pós-graduação em Londres me desafiou para um projeto de fim de curso, que se revelou ser o início do meu sonho. O design para mim é global e universal, sem fronteiras nem barreiras e a fusão do meu background de designer gráfica e produto, com design de moda, é sem duvida uma prova disso mesmo. Acredito que essa fusão me permite ter uma visão mais aberta do design.”

Este projeto de fim de curso valeu-lhe um convite para estagiar com Jimmy Choo, um dos nomes maiores do design de sapatos e para sempre associado a Carrie Bradshaw, em “O Sexo e a Cidade”. Foi nesta altura, tinha 22 anos, que recebeu um par de sapatos Jimmy Choo, o primeiro. Um momento que se revelou mais marcante do que poderia imaginar: “Foi como deixar de ser adolescente e transformar-me numa mulher - foi um enorme passo para a minha carreira profissional.”

Após o estágio, rumou a Washington, onde colaborou com a marca de design de móveis Boca do Lobo, mas, em simultâneo, começou a dar forma à Guava, marca que rouba o nome ao fruto preferido da designer, a goiaba.

Em 2011, Inês Caleiro dava a conhecer a primeira coleção da Guava. Com o título Archi.TEC, e inspirada na arquitetura, valeu-lhe a nomeação para os Fashion Awards Portugal 2011. “Aos 27 anos, quando tive nas minhas mãos o primeiro par de sapatos Guava, foi, sem dúvida, um dos momentos mais marcantes para mim, foi o início da realização de um sonho.”

Atualmente, Inês Caleiro apresenta duas coleções por ano, com cerca de 40 modelos cada. Apesar do crescimento da marca e do reconhecimento internacional que os seus sapatos têm recebido, a designer não rejeita a possibilidade de vir a alargar a sua marca para além do calçado. Mas não será para já. Para já, Inês Caleiro prepara-se para dar a conhecer as propostas para a Primavera/ Verão 2016. Seguramente os saltos, desenhados a regra e esquadro como se da coluna de um edifício se tratasse, voltarão a marcar presença.  

Fonte: Jornal Sol 

Data: 17/03/2016

Comments

Leave a comment